FAO alerta para maiores riscos de incêndios florestais na Europa
BR

30 julho 2007

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, disse que as temperaturas altas na Europa estão aumentando o risco de incêndios florestais.

Leia o boletim do repórter da Rádio ONU, Helder Gomes.

“De acordo com a FAO, todos os anos, cerca de 50 mil incêndios consomem 1 milhão de hectares da floresta mediterrânea.

A grande maioria dos incêndios é causada pelo ser humano, por negligência ou de propósito no caso dos sinistros criminosos.

A FAO estima que as operações de combate reúnam cerca de 30 mil técnicos todos os verões.

Mas em situações mais críticas, este número pode subir para 50 mil incluindo contingentes das Forças Armadas.

Para além das altas temperaturas, os fogos podem estar também relacionados com o movimento das populações do campo para a cidade.

Segundo a FAO, menos pessoas a viver no campo significa menos vigilância nos incêndios para limpar a floresta”.

A FAO afirma que os programas educativos são o principal meio de prevenção dos incêndios.

Na Índia, por exemplo, as ações comunitárias ajudaram a reduzir, em 90%, o número de casos de incêndios em algumas regiões.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud