Mais de 30% das crianças latino-americanas sem acesso à água potável
BR

31 julho 2007

A Comissão Econômica para América Latina e Caribe, Cepal, informou que mais de 35% das crianças na região não têm acesso à água potável.

Leia o boletim do repórter da Rádio ONU, Eduardo Costa.

“O estudo, preparado com a ajuda do Fundo Das Nações Unidas para a Infância, Unicef, sugere que os problemas de acesso à água ameaçam cerca de 21 milhões de crianças menores de cinco anos.

Segundo o documento, as maiores vítimas são moradores de áreas rurais, integrantes de populações indígenas e crianças negras.

De acordo com a Cepal, a falta de água potável pode agravar a mortalidade infantil e a desnutrição infantis.

A pesquisa sugere a busca de soluções, que possam integrar medidas conjuntas dos setores público e privado”.

O boletim da Cepal foi elaborado com base na opinião de políticos, especialistas e de representantes da sociedade civil.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud