Violência Feminina em Moçambique

1 junho 2007

A situação das mulheres em Moçambique foi debatida na 38ª sessão da Comissão sobre a Convenção das Nações Unidas para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres, Cedaw. A Rádio ONU ouviu uma ONG de direitos humanos e o governo de Moçambique sobre o assunto.

A Cedaw analisou ainda medidas regionais que possam agilizar a aplicação da convenção da ONU em defesa das mulheres.

Acompanhe nesta reportagem, algumas das informações apresentadas na reunião pela ministra da Mulher e Acção Social de Moçambique, Virgília Matabele.

A Rádio ONU conversou com Maria Alice Mabota, presidente da ONG Liga Moçambicana dos Direitos Humanos.

A ministra Virgília Matabele disse durante os debates da Comissão da Cedaw que o governo de Moçambique quer aumentar a presença da mulher nos órgãos de poder mas apostando na qualidade.

“Nós não queremos apenas ter números, não queremos quantidade mas sim qualidade. Queremos que sejam as próprias a conquistar o seu espaço, por isso trabalhamos para o empoderamento da mulher”, disse.

A presidente da Liga Moçambicana dos Direitos Humanos, Maria Alice Mabota, acha que a presença das mulheres na política responde apenas aos interesses partidários.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud