Fome e má nutrição custam bilhões à América Central, revela estudo BR

Fome e má nutrição custam bilhões à América Central, revela estudo

A fome e má nutrição infantis nos países da América Central e na República Dominicana causaram perdas de até US$ 7 bilhões às economias da região em 2004.

As perdas equivalem a mais de 6% do Produto Interno Bruto dos países centro-americanos.

A pesquisa, a primeira sobre o tema na região, revela que 90% das perdas econômicas são geradas por um indíce alto de mortalidade devido a doenças causadas pela fome e por níveis baixos de instrução.

Cerca de 880 mil crianças estão abaixo do peso na América Central.

O diretor-regional do PMA, Pedro Medrano, disse que a América Latina produz três vezes a quantidade de comida necessária para alimentar sua população.

O resultado do estudo foi apresentado nesta segunda-feira, no Panamá, durante um evento paralelo à assembléia geral da Organização dos Estados Americanos, OEA.