Especialistas debatem abolição de mensalidades escolares

20 junho 2007

Mais de 150 delegados participam em Bamaco, capital do Mali, de uma conferência para debater formas de abolir propinas escolares reduzindo as barreiras de acesso à educação.

A conferência é organizada conjuntamente pela Associação para o Desenvolvimento da Educação em África, Adea, pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, e pelo Banco Mundial.

Segundo o Adea, oito países africanos já aboliram as propinas escolares, entre eles Moçambique, Etiópia, Gana e Quénia.

A iniciativa foi lançada em 2005 pelo Unicef e pelo Banco Mundial.

A conferência de quatro dias deve terminar em 22 de Junho.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud