ONU condena ataques que mataram 6 bóinas-azuis no Líbano BR

ONU condena ataques que mataram 6 bóinas-azuis no Líbano

Uma declaração presidencial do Conselho de Segurança condenou, nesta segunda-feira, o ataque que matou seis soldados das tropas de paz das Nações Unidas, no sul do Líbano.

Okabe disse que para Ban, o ataque à Força Interina das Nações Unidas no Líbano, Finul, é uma tentativa de afetar os esforços de estabilização e segurança do país, e da região como um todo.

O Secretário-Geral da ONU disse que confia que as autoridades libanesas levarão os responsáveis à justiça.

Segundo agências de notícias, até o momento ninguém assumiu a autoria do ataque. Os soldados mortos pertenciam ao contigente da Espanha, e eram espanhóis e colombianos.

Ainda no Oriente Médio, o coordenador de ajuda humanitária da ONU nos territórios palestinos, Kevin Kennedy, condenou nesta segunda-feira ataques com foguetes contra a região de Kerem Shalom, na fronteira entre Gaza e Israel.

Kennedy afirmou que o incidente levou o governo israelense a fechar o cruzamento da fronteira o que, segundo ele, dificulta o trabalho das agências humanitárias.