Rotary pela paz

29 junho 2007

A organização não-governamental Rotary Internacional, lançou em 1992, um programa educativo para fomentar a paz e formar novas gerações de diplomatas, líderes governamentais e humanitários para reduzir confrontos e violência no mundo. Acompanhe esta entrevista com o brasileiro Cássio Furtado, que estuda na Universidade Queensland, na Austrália, com o apoio da Rotary.

Os candidatos passam por um processo de selecção em nível mundial e os escolhidos beneficiam de bolsas de estudos para frequentar um dos seis centros Rotary de Estudos Internacionais localizados em universidades na Argentina, na Austrália, nos Estados Unidos, no Japão e no Reino Unido.

O Rotary tem uma parceria com o Conselho Económico e Social das Nações Unidas, Ecosoc.

Cássio Furtado, um jovem brasileiro que estuda na Universidade Queensland, na Austrália, com o apoio do Rotary International, falou à Rádio ONU, sobre a sua inclinação para a problemática mundial.

“Eu acho que é uma vocação. Eu sempre fui muito interessado nessa área dos estudos internacionais. Eu sou do Brasil, do Rio Grande do Sul, e lá comecei a estudar direito e me interessando pelas questões do mundo. Ainda pequeno já lia sobre os conflitos e política internacionais”, disse.

Furtado fez também um estágio na Agência Internacional de Energia Atômica das Nações Unidas, Aiea, em Viena, na Áustria. Em 2006, concluiu mestrado em Estudos Globais na Universidade Freiburg na Alemanha, defendendo tese sobre o programa nuclear iraniano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud