Portugal e o desenvolvimento sustentável

Portugal e o desenvolvimento sustentável

O secretário de Estado do Ambiente de Portugal, Humberto Rosa (foto), falou à Rádio ONU sobre as posições defendidas pelo seu governo nos debates na Comissão de Desenvolvimento Sustentável.

Entretanto, um relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática, Ipcc, sugere que a emissão de gases causadores do efeito estufa pode ser reduzida com apenas 3% do Produto Interno Bruto global.

Segundo os especialistas do painel, reunidos em Bangcoc, capital da Tailândia, esse investimento seria suficiente para conter o aumento da temperatura em 2 graus centígrados.

Eles dizem ainda que a única maneira de evitar mudanças climáticas graves para a humanidade é diminuir as emissões de dióxido de carbono em 85% até 2050.

Rádio ONU conversou com o Dr. Humberto Rosa, secretário de Estado do Ambiente, do governo de Portugal que falou das posições defendidas pelo seu governo nos debates na Comissão de Desenvolvimento Sustentável.

“O que temos - alinhados com a União Europeia – buscado aqui é esta ideia de que a Comissão de Desenvolvimento Sustentável deve dar um sinal forte de que através das energias renováveis, da eficiência energética, que não só alcançamos os objectivos relevantes para todos de dar energia a quem precisa dela, de uma forma descentralizada de combater a pobreza etc., tendo como subproduto muito deseja e é muito importante a redução de emissões de gases com efeito-estufa”, concluiu.