Secretário-Geral preocupado com escalada de violência em Gaza

Secretário-Geral preocupado com escalada de violência em Gaza

O Secretário-Geral da ONU, Ban-ki-moon, disse que está preocupado com a escalada da violência entre palestinos, em Gaza.

Ban Ki-moon também condenou nesta quarta-feira, ataques a propriedades da Autoridade Nacional Palestina e o lançamento de foguetes contra alvos de Israel por militantes palestinos.

Segundo agências de notícias, pelo menos 40 pessoas já morreram desde o fim de semana por causa dos choques entre as facções palestinas Hamas e Fatah, que actualmente compartilham o governo na região.

O vice-ministro das Relações Exteriores, Ahmed Sobeh, disse à Rádio ONU, de Ramallah, que a declaração de Ban Ki-moon sobre o fim da violência é uma mensagem importante para os palestinos.

“Sem dúvida nenhuma é importante o apelo e a declaração do Secretário-Geral. Nós vamos tomar isso com muita atenção, e o presidente está na melhor disposição para conversar com o sr. Secretário-Geral. O presidente acaba de despachar dois enviados especiais para Gaza, e ele irá amanhã (quinta-feira) a Gaza. Ele está trabalhando todo dia para conter e terminar com a violência em Gaza”, afirmou.

Sobeh acrescentou que o desemprego e a pobreza são as principais causas da violência na região.

“Não cabe a menor dúvida de que a pobreza, o desemprego e o embargo é uma situação propícia para violência e tensão. Eu não conheço ninguém com um bom trabalho, com uma boa remuneração, em liberdade. Esse homem não tem tempo para ser extremista. O extremismo é a outra cara da pobreza, do embargo e da ocupação”, disse.

Em Nova York, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, comunicou ao Conselho de Segurança sua intenção de nomear o britânico Michael Williams como seu enviado especial para o Oriente Médio.

Williams foi assessor especial do ex-secretários das Relações Exteriores da Grã-Bretanha, Robin Cook e Jack Straw. Na ONU, ele actuou em missões de paz no Camboja e na ex-Jugoslávia.

Ele substituirá o diplomata peruano Álvaro de Soto.