PAM pede ajuda para controlar acção dos piratas na Somália

PAM pede ajuda para controlar acção dos piratas na Somália

O Programa Alimentar Mundial, PAM, apelou à comunidade internacional a adopção de acções contra os actos de pirataria que têm dificultado os trabalhos de ajuda humanitária na Somália.

Ela acrescentou que os piratas já sequestraram 5 barcos só em 2007.

Segundo o PAM, um guarda somali foi morto no Sábado quando tentava evitar mais um assalto a um barco que transportava alimentos para o porto de Merka, na Somália.

As Nações Unidas estimam que entre 300 a 400 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas, na capital Mogadíscio, desde o reinício dos conflitos em Fevereiro.

A violência na Somália começou em 1991 após o presidente Muhammad Siad Barre ter saído do governo.