Aquecimento terrestre ameaça 30% das espécies da flora européia BR

Aquecimento terrestre ameaça 30% das espécies da flora européia

O aquecimento terrestre poderá ter efeitos devastadores para a biodiversidade da flora européia, de acordo com Andreas Fischlin, principal autor do último relatório do Painel Intergovernamental sobre Alterações Climáticas formado pela ONU.

Os dados do estudo da ONU indicam que o aquecimento da terra terá efeitos catastróficos para a agricultura africana e indústria da pesca no mundo todo.

O “efeito estufa”, do mesmo modo, terá fortes implicações para a saúde pública, como explica outro especialista do Painel Intergovernamental sobre Alterações Climáticas, Martin Beniston.

De acordo com Beniston, águas mais quentes virão acompanhadas de mais bactérias, que afetarão a qualidade da água potável. O aquecimento da temperatura terrestre também aumentará a quantidade de pólens e poluentes no ar. Isto, concluiu o cientista, vai ter grande impacto na saúde, causando novas formas de alergias e outras doenças.

No dia 17 de abril, na sede da ONU em Nova York, o Conselho de Segurança realizará seu primeiro debate sobre o impacto do aquecimento terrestre para a segurança mundial.