Investimento asiático em África

Investimento asiático em África

Um relatório da Comissão Económica das Nações Unidas para a África indica que em 2007 haverá um aceleramento modesto das economias dos países do continente.

Moçambique figura entre os 10 países que registaram melhor desempenho com um crescimento do Produto Interno Bruto na ordem dos 7,9 %.

Uma das estratégias do país tem sido a diversificação da economia e o acesso ao investimento externo sobretudo dos países emergentes da Ásia em particular da China.

Em entrevista à Rádio ONU, o director do Centro de Promoção e Investimentos de Moçambique, Rafique Jussob, explica a tendência do investimento asiático em África.

“Eu acho que é do interesse tanto da África quanto da Ásia complementarem as suas necessidades de crescimento através do investimento asiático na África porque este continente precisa de capital, precisa de tecnologias e de se expandir. E os investimentos americanos e de outros países desenvolvidos não são suficientes”, disse

Jussob acrescentou que Moçambique, para além do sector da indústria extractiva, está a promover as áreas ligadas a agropecuária - portanto agricultura comercial -, voltada para a produção de bens com acréscimo de valor e também para exportação. Ele disse ainda que o país prioriza ainda os investimentos nas áreas de minérios e infraestruturas.