OMS diz que acidentes de trânsito matam mais de 400 mil jovens por ano

OMS diz que acidentes de trânsito matam mais de 400 mil jovens por ano

Um estudo da Organização Mundial da Saúde, OMS, sobre Segurança nas Estradas, sugere que os acidentes de trânsito matam mais de 400 mil jovens por ano.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou que, em nível global, os acidentes provocam mais de um milhão de mortes.

Segundo a OMS, a maior parte das vítimas é de países em desenvolvimento na África e na Ásia.

A assessora regional para Segurança Viária da Organização Pan-americana da Saúde, Eugênia Rodrigues, disse à Rádio ONU, que é preciso mais rigor na punição de quem mistura álcool com condução.

“Muitos países têm leis que determinam o limite de álcool permitido no sangue, que é muito baixo. Mas o que muitas vezes ocorre é que não há fiscalização. Então, uma das questões que deve ser implementada é o fortalecimento dessa legislação, através de um maior controle de fiscalização de multas de punição para todo mundo que está dirigindo sob efeito de álcool”.

Segundo a OMS, além de provocar mortes e deficiências às vítimas, os desastres nas estradas também causam prejuízos à economia de mais de US$ 500 milhões de todos os anos.