Tribunal da ONU julga ex-primeiro-ministro por crimes de guerra

5 março 2007

Começou em Haia, na Holanda, o julgamento do ex-primeiro ministro de Kosovo, Ramush Haradinaj. Ele é acusado de crimes contra a Humanidade, cometidos em 1998.

Além dele, estão sendo julgados um de seus vices, Lahi Brahimaj, e um comandante do Exército para Libertação de Kosovo, Idriz Balaj.

Apesar das actuais negociações sobre o futuro da província nos Balcãs, a promotora-chefe do caso, Carla Del Ponte, disse que o julgamento nada tem a ver com política.

Del Ponte disse que os réus foram indiciados por crimes violentos de assassinato, deportação, tortura, estupros e cativeiro forçado.

Todos os três negam as acusações.

Desde 1999, a província de Kosovo, de maioria albanesa, é administrada pelas Nações Unidas. No momento, uma ronda de conversações sobre o futuro da província está sendo realizada entre autoridades kosovares sérvias e albanesas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud