Violência provoca suspensão de ajuda humanitária em Darfur, diz Unmis

Violência provoca suspensão de ajuda humanitária em Darfur, diz Unmis

A Missão das Nações Unidas no Sudão, Unmis, anunciou, nesta quinta-feira, uma temporária suspensão das operações de ajuda humanitária no sul da provincial de Darfur, no Sudão.

A Missão da ONU acrescentou que na localidade de Wau, no sul do Sudão, a actividade das agências humanitárias vem sendo facilitada por um período de distensão, coincidindo com a realização de uma conferência sobre Reconciliação e Justiça.

O Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, enviou uma nova carta ao presidente do Sudão, Omar Al Bashir, propondo a criação de uma força de paz mista para Darfur, com 24 mil tropas das Nações Unidas e da União Africana.

A informação foi divulgada em conferência de imprensa pela porta-voz do Secretário-Geral, Michele Montas.

Montas disse que Ban Ki-moon pretende proceder de forma transparente e compartilhar com o governo do Sudão um plano comum da União Africana e da ONU para fortalecer a presença de forças de paz em Darfur.

Segundo as Nações Unidas, o conflito em Darfur já causou mais de 200 mil mortos, e 2,5 milhões de deslocados.