Acnur convoca reunião internacional sobre Iraque

21 março 2007

O Alto-Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, convocou para Abril uma conferência internacional, em Genebra, Suíça, para debater a crise humanitária no Iraque.

Segundo a agência da ONU, a crise no Iraque já causou mais de 2 milhões de refugiados que vivem nos países vizinhos. A saída dos refugiados começou antes da invasão liderada pelos Estados Unidos em 2003.

O Acnur afirma que 1 milhão de deslocados iraquianos vivem na Síria, pouco mais que o número de iraquianos abrigados pela Jordânia.

Em entrevista à Rádio ONU, de Genebra, o porta-voz do Acnur, William Spindler, explicou o plano do Acnur para socorrer os refugiados.

“Estamos trabalhando com os países da região para proteger as pessoas mais vulneráveis e também para construir ou reabilitar escolas e clínicas de saúde. O projeto também prevê assistir as comunidades, que recebem os refugiados, que em muitos casos, são comunidades também muito pobres”, diz.

Spindler afirmou que a violência dificulta muito os esforços das agências humanitárias.

“Trabalhamos de uma maneira indireta. Temos uma rede de organizações não-governamentais. São cerca de 20 ONGs, que têm projetos e que tratam de trabalhar em condições muito difíceis dentro do Iraque mesmo, mas não temos uma presença de pessoal do Acnur permanente dentro do Iraque”, explicou.

Segundo a ONU, a violência entre muçulmanos xiitas e sunitas deve ter causado a fuga de mais de 700 mil pessoas no país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud