Começa campanha presidencial no Timor-Leste

Começa campanha presidencial no Timor-Leste

Missão de Integração da ONU na ex-colônia portuguesa diz que corrida tem oito candidatos; premiê e Prêmio Nobel da Paz, José Ramos Horta, pediu licença do cargo para participar da disputa; uma mulher, Lúcia Lobato, está entre os concorrentes.

As eleições estão marcadas para nove de abril.

O representante especial do Secretário-Geral da ONU no Timor-Leste, Atul Khare, disse que estava satisfeito com o processo de registro, que segundo ele ocorreu sem maiores incidentes de segurança.

Durante as duas semanas de campanha, os candidatos devem realizar comícios, passeatas e estampar suas plataformas em material eleitoral, incluindo pôsteres, em cerca de 13 distritos do país do sudeste asiático.

Todas as atividades da campanha eleitoral serão supervisionadas pela Comissão Nacional Eleitoral, CNE. O pleito contará ainda com observadores nacionais e internacionais.

A campanha eleitoral deve terminar em seis de abril, 48 horas antes do início da votação.

Os candidatos são Ramos Horta (independente), Francisco Guterres Lu'Olo (Fretilin), Avelino Coelho (PST), Francisco Xavier do Amaral (Asdt), Manuel Tilman (Kota), João Carrascalão (UDT), Fernando Lasama (Partido Democrático) e Lúcia Lobato (PSD).