Jovens de Cote d’Ivoire enganados por falsos empresários de futebol

27 março 2007

A Organização Internacional para Migrações, OIM, e o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, informaram que 34 jogadores juniores de futebol retornaram à casa após sofrer falsas promessas de carreira na Europa.

Cada família teria pagado o equivalente a R$ 1,2 mil para os falsos empresários de futebol.

A directora de projectos da OIM, Marta Bronzin, disse à Rádio ONU, de Lisboa, que muitos adolescentes jogadores de futebol estão caindo neste tipo de golpe,

“Alguns conseguem chegar ao destino final, conseguem jogar durante um tempo nesses clubes de futebol, mas depois são abandonados, portanto, já não são apoiados no seu retorno. Não são apoiados ainda para encontrar uma alternativa e são deixados sozinhos. Outros nem chegam a começar o sonho deles, e são encontrados em países de trânsito, como nesse caso o Mali”, disse Bronzin.

Bronzin disse ainda que as famílias devem ficar atentas quando abordadas com promessas de carreira para os meninos jogadores.

“Um conselho dado às famílias é de dar atenção para essas situações. Nem sempre se trata do que elas esperam, e isso pode levar a consequências negativas. Portanto, é claro que o futebol é um desporto que todos conhecem. Há muitos jovens de talento naqueles países, mas as famílias têm uma esperança tão grande de poder oferecer uma oportunidade aos filhos que, se calhar, não têm contado devidamente com os perigos”, explicou.

Os jogadores juniores retornaram a Abidjan, capital de Cote d’Ivoire, com o apoio do Unicef e da OIM. As duas agências estão trabalhando com o governo para ajudar os adolescentes a vencer o trauma da experiência.

Segundo a Organização Internacional para Migrações, alguns falsos empresários foram presos pela polícia do Mali e de Cote d’Ivoire.

A OIM disse ainda que situações semelhantes estão ocorrendo também fora da África principalmente em países conhecidos pelo futebol como é o caso do Brasil.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud