Canadá abriga refugiados de Bangladesh

Canadá abriga refugiados de Bangladesh

De acordo com o Alto-Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, os 16 mil refugiados no campo Nayapara, em Bangladesh devem ter uma vaga idéia de onde fica o Canadá, mas eles sabem uma coisa: querem viver lá.

Para a representante do Acnur em Bangladesh, Pia Prytz Phiri, esse foi um gesto humanitário do Canadá, enquanto a organização tenta encontrar soluções duradouras para os mais de 26 mil refugiados Rohingyas divididos em dois campos.

“Qualquer esforço para se chegar ao fim do problema dos refugiados da Ásia é bem-vindo”, afirmou Phiri.

Os Rohingyas são uma minoria étnica do estado de Rakhine que tem a cidadania negada pelo próprio país. Eles contam que desde que “começaram a ser perseguidos” pela junta militar de Mianmar, em 1991, eles têm vivido em condições precárias e sem perspectiva de voltar para suas casas.

Para o Acnur, esses 23 primeiros casos vão ser “como embaixadores no Canadá”. A organização acredita que se eles se integrarem bem ao país, abrirão portas para outros refugiados.