Ban pede julgamento para acusados de crimes de guerra nos Bálcãs
BR

1 fevereiro 2007

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu ao Conselho de Segurança que tome medidas para levar dois acusados de crimes de guerra na ex-Iusgolávia a julgamento.

Os dois, Radovan Karadzic e Ratko Mladic, estão foragidos há 10 anos. A Guerra nos Bálcãs ocorreu no início da década de 1990.

Mladic era o chefe militar do ex-líder sérvio-bósnio Radovan Karadzic. Os dois foram indiciados por genocídio, crimes de guerra e contra a humanidade.

O Secretário-Geral da ONU disse que existe um sentimento de frustração por parte dos membros do Tribunal devido à falta de cooperação das pessoas indiciadas.

Ban Ki-moon já está a caminho dos Estados Unidos após duas semanas de viagem oficial pela África e pela Europa. Nesta sexta-feira, ele se reúne com representantes do Quarteto Diplomático para o Oriente Médio numa conferência em Washington. Além da ONU, participam do quarteto, Estados Unidos, Rússia e União Européia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud