Ban Ki-moon propõe prolongar Missão da ONU em Timor-Leste

6 fevereiro 2007

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, recomendou ao Conselho de Segurança que renove o mandato da missão de paz da ONU no Timor-Leste por mais 12 meses.

Num relatório enviado ao conselho, o Secretário-Geral da ONU afirma que a situação no país está menos tensa após uma onda de violência no ano passado.

Numa entrevista concedida à Rádio ONU, antes da sessão no Conselho de Segurança, o presidente timorense Xanana Gusmão disse que as Nações Unidas terão um papel importante no pleito.

“A ONU tem um importante papel. Tem ido para lá uma equipa da ONU independente, que tem tentado apoiar não só o governo, mas outras instituições, além de ver a melhor forma de assegurarmos que as eleições, deste ano, por serem as primeiras a acontecer depois de 20 de Maio de 2002, sejam as mais transparentes, as melhores, as mais credíveis”, disse.

Uma ex-colônia portuguesa no sudeste da Ásia, o Timor-Leste foi anexado pela Indonésia em meados da década de 1970, e se tornou independente após um referendo da ONU em 2002.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud