Dois mortos e cinco feridos em operações da Minustah no Haiti BR

Dois mortos e cinco feridos em operações da Minustah no Haiti

A Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti, a Minustah, confirmou a morte de duas pessoas durante o fim de semana numa operação contra gangues na comunidade de Cité Soleil, considerada uma das favelas mais perigosas do Haiti.

Segundo a Minustah, duas pessoas morreram e cinco resultaram feridas nos confrontos.

O vice-representante especial do Secretário-Geral no Haiti, Luiz Carlos da Costa, contou à Rádio ONU, antes dos incidentes deste fim de semana, que as operações estão sendo realizadas a pedido das autoridades haitianas.

“Em resposta a um pedido do governo do Haiti, a Minustah aumentou suas atividades em termos de operações específicas para lidar com a criminalidade nas partes problemáticas de Cité Soleil e de Martissant. Isto é um processo que foi acelerado e que continuará até que o problema seja resolvido”, explicou.

As forças de paz da ONU são comandadas pelo Brasil e estão no Haiti desde 2004 após a queda do ex-presidente Jean-Bertrande Aristide.