Combate ao Terrorismo

Combate ao Terrorismo

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, lançou em Nova York um novo manual antiterrorismo, que pode ser acessado pela internet. O livro explica os passos da Estratégia Global contra o Terrorismo, adotada pelas Nações Unidas em 2006. A Rádio ONU conversou com a ex-consultora do Comitê contra Terrorismo, Adrienne Senna.

“Quando se fala em combate ao terrorismo, os países têm que proteger suas fronteiras, precisam de trocas de informação sobre movimentos radicais, precisam de dinheiro para investir em policiamento, controle em aeroportos etc, é um problema que não se resolve muito facilmente quando o país não tem como arcar com estes custos”, afirmou.

Senna lembrou ainda que o Comitê contra Terrorismo proporciona ajuda técnica na implementação das medidas em nível nacional.

“Esta estratégia é baseada numa resolução mandatória do Conselho de Segurança. E os países-membros podem receber toda a ajuda necessária para colocar as medidas em prática dentro de suas realidades”, disse.

A consultora, que hoje atua no Ministério da Fazenda do Brasil, afirma que, apesar de alegações sobre a presença de simpatizantes da organização Al-Qaeda na região da tríplice fronteira (Paraguai, Argentina e Brasil), não há qualquer indício de que existam muçulmanos radicais na área.

“Esse assunto sempre volta ao noticiário, e recentemente autoridades dos Estados Unidos visitaram a região. O fato é que concretamente não há nenhuma prova da existência de terroristas naquela área. Mas é claro, que é uma região que precisa ser monitorada. Têm-se três fronteiras praticamente urbanas numa área pequena, e o controle não é fácil de ser feito. Mas creio que os três países precisam implementar suas legislações de combates para evitar que terroristas entrem naquele espaço”, concluiu.

O movimento de pessoas somente entre o Paraguai e o Brasil é intenso. Estima-se que pelo menos 30 mil cruzem diariamente a chamada Ponte da Amizade, que liga os dois países.

Nações Unidas em Ação, produção Rádio ONU em Nova York.

Apresentação: Mônica Valéria Grayley

Produção: Sandra Guy, Kacy Lin e Alan Spector

Direção técnica: Willy Correa