Polícia da ONU prende 17 suspeitos de liderar gangues no Haiti

21 fevereiro 2007

Segundo a Missão de Estabilização das Nações Unidas no país, Minustah, as detenções ocorreram na favela de Cité Soleil, na capital Porto Príncipe.

A busca foi planejada e executada com a cooperação da Polícia Nacional do Haiti.

"Esta operação marca a intensificação de esforços recentes para estabilizar e levar segurança às partes dominadas pelo crime na capital haitiana", informou a Minustah.

No fim de semana, os soldados da ONU prenderam um suposto líder de gangue também conhecido como Ti Bazil. Ele é acusado de cometer vários assassinatos e outros crimes hediondos.

A Minustah, que é liderada pelo Brasil, atua no Haiti desde 2004, quando o ex-presidente Jean-Bertrande Aristide deixou o governo.

Na semana passada, os bóinas-azuis da ONU conseguiram liberar uma área de Cité Soleil, antes ocupada por bandidos, e lançaram no local uma clínica médica ambulante.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud