Nações Unidas recebem relatório sobre programa nuclear do Irão

22 fevereiro 2007

O Conselho de Segurança recebeu nesta quinta-feira o relatório da Agência Internacional de Energia Atómica, Aiea, sobre o programa nuclear do Irão.

(Leia o boletim da repórter da Rádio ONU em Viena, Adriana Niemeyer.)

“Depois do vencimento do prazo de 60 dias que o Conselho de Segurança deu para o Irão acabar com suas atividades ligadas ao enriquecimento do urânio, o director da Agência Internacional de Energia Atómica, Aiea, Mohamed El-Baradei apresentou o relatório, feito pelos inspectores da agência, no qual é confirmado que o governo de Teerão continua produzindo material na sua usina nuclear de Natanz. Antes de vencer o prazo o Irão afirmou que iria seguir pela via do diálogo, mas sem renunciar ao seu programa nuclear que seria supervisionado pela Aiea. Agora, o relatório dos inspectores será enviado novamente ao Conselho de Segurança, que deverá decidir nos próximos dias se reforça ou não as sanções económicas e diplomáticas contra o governo iraniano”.

Antes de o documento ser enviado ao conselho, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse durante sua visita oficial a Viena, que está profundamente preocupado com o facto de o governo de Teerão não ter observado o prazo dado pelo Conselho de Segurança

O governo do Irão afirma que seu programa nuclear tem fins pacíficos, mas vários representantes da comunidade internacional temem que o programa leve à construção de armas atómicas.

O presidente do Conselho de Segurança, embaixador da Eslováquia, Peter Burian, disse que o relatório foi traduzido nas seis línguas oficiais da ONU e será analisado em breve.

E nos territórios palestinos, o Programa Mundial de Alimentos, PMA, fez um alerta com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, sobre o aumento nos níveis de desemprego e pobreza além do agravamento da crise económica nos territórios palestinos.

Segundo a ONU, a situação na Faixa de Gaza e na Cisjordânia está levando a uma piora do problema da segurança alimentar e obrigando várias famílias a depender da ajuda externa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud