América Latina debate formas de proteção a trabalhadores do sexo
BR

27 fevereiro 2007

Cerca de 90 representantes de governos da América Latina e do Caribe encerram nesta terça-feira em Lima, capital do Peru, a primeira consulta regional sobre trabalho sexual e HIV/Aids. O evento é apoiado pela ONU.

A diretora do Programa Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids no Brasil, Mariangela Simão, falou à Rádio ONU, de Lima, sobre as expectativas para um plano de ação.

“Temos grande interesse que dessa reunião regional se desdobrem consultas nacionais para que cada país possa se organizar e encontre os semelhantes na seqüência para discutir seus problemas e apontar soluções. Cada país assim poderá identificar possibilidades de melhoria no acesso ao tratamento e nos programas de prevenção para os profissionais de sexo,” disse.

Segundo Simão é preciso vencer estigmas contra trabalhadores do sexo para se fazer prevenção eficiente à Aids.

Durante a reunião, os participantes discutiram ainda lacunas entre políticas e práticas sobre acesso universal a tratamento pelos trabalhadores do sexo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud