Debate sobre trabalhadores do sexo e HIV/Sida na América Latina

Debate sobre trabalhadores do sexo e HIV/Sida na América Latina

Cerca de 90 representantes de governos da América Latina e do Caribe encerram nesta terça-feira em Lima, capital do Peru, a primeira consulta regional sobre trabalho sexual e HIV/Sida. O evento é apoiado pela ONU.

A directora do Programa Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Sida no Brasil, Mariangela Simão, falou à Rádio ONU, de Lima, sobre as expectativas para formação de políticas de prevenção.

“Temos grande interesse que dessa reunião regional se desdobrem consultas nacionais para que cada país possa se organizar e encontre os semelhantes na sequência para discutir seus problemas e apontar soluções. Cada país assim poderá identificar possibilidades de melhoria no acesso ao tratamento e nos programas de prevenção para os profissionais de sexo,” disse.

Segundo Simão é preciso ultrapassar os estigmas entre trabalhadores do sexo para se fazer prevenção o Sida.

Durante a reunião, os participantes discutiram ainda lacunas entre políticas e práticas sobre acesso universal a tratamento pelos trabalhadores do sexo.