Conselho de Segurança discute situação na Somália

Conselho de Segurança discute situação na Somália

O Conselho de Segurança reuniu-se para discutir a situação na Somália, um dia após os bombardeios dos Estados Unidos ao sul do país.

O representante do Secretário-Geral da ONU para a Somália, François Lonseny Fall, falou à Rádio ONU, de Nairóbi, sobre a situação no país.

Lonseny Fall disse, que há algum tempo, o Conselho de Segurança reconheceu que alguns elementos da União dos Tribunais Islâmicos teriam relação com a Al-Qaeda.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que está preocupado com o impacto das ações militares junto à população civil. Segundo a porta-voz dele, Michele Montas.

Montas disse que Ban Ki-moon está a par da situação e pede que a violência não seja escalada. Ele também está preocupado com a dimensão que o conflito possa tomar.

Durante uma visita à sede da ONU, a ministra dos Negócios Estrangeiros da África do Sul, Nhosazana Dlamini-Zuma, disse que a União Africana defende o envio imediato de tropas de Uganda para ajudar a estabilizar a situação na Somália.