Comércio para Desenvolvimento

11 janeiro 2007

O trabalho da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, Cepal, e especialmente o pensamento do fundador, Raúl Prebisch, inspirou o quarto livro do escritor e ex-diplomata brasileiro junto às Nações Unidas, Marcos Troyjo (foto).

Segundo Troyjo, que é doutor em Sociologia e cientista político, uma das dificuldades enfrentadas atualmente pelo Brasil são as pequenas taxas de poupança do país. “China e Coréia do Sul apresentam indíces substancialmente superiores de poupança e registram por isso um melhor desempenho de suas economias”, afirma.

Segundo o escritor, o Brasil tem avançado na direção de incrementar ainda mais o número de suas exportações, mas ainda precisa expandir sua presença nos grandes centros comerciais do mundo.

“Gosto de ressaltar que em São Paulo, existe o China Trade Center, onde 800 pessoas fazem nada mais que vender os produtos chineses. Precisamos de uma estratégia semelhante. O Itamaraty tem apenas mil funcionários e não tem como fazer tudo sozinho”, afirma o ex-diplomata.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud