OMS afirma que mortes por sarampo diminuíram 60% no mundo BR

OMS afirma que mortes por sarampo diminuíram 60% no mundo

A Organização Mundial da Saúde, OMS, afirmou que o índice de mortalidade causada por sarampo caiu 60%, em nível mundial, entre 1999 e 2005.

Segundo Chan, os casos de morte na África caíram 75%. A chefe da OMS disse que a África está liderando a luta contra a doença.

E os avanços no combate ao câncer foram tema de um fórum, apoiado pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, em Paris. Segundo a OMS, o câncer é a principal causa de mortalidade no mundo.

O oncologista do Serviço Médico Interno da ONU, Alexandre Lima, afirma que apesar do número de pesquisas, ainda há um longo caminho a percorrer na cura de vários casos de câncer.

“Quanto mais se pesquisa, mais temos dificuldades de ver algumas coisas promissoras no tratamento ou erradicação de patologias cancerígenas. Um exemplo é o câncer uterino. E, por ser uma doença extremamente complexa, quando se resolve uma situação aparece outra, que precisa ainda ser tratada. Então, existe algo muito promissor em algumas patologias, mas em outras ainda há muitas dificuldades de se chegar num bom termo de tratamento”, disse Lima.

Segundo a OMS, 70% das mortes por câncer, em 2005, ocorreram nos países em desenvolvimento.