Eduardo Almeida, 22/01/2007

Eduardo Almeida, 22/01/2007

O membro do Fórum Permanente de Assuntos Indígenas das Nações Unidas, ex-presidente da Funai, explica a relação da herança indígena com os benefícios da biodiversidade.

Um encontro na sede da ONU, em Nova York, debateu os mecanismos de acesso e partilha dos benefícios da diversidade biológica e direitos dos povos indígenas.

O seminário destacou aspectos jurídicos, históricos e humanos da participação dos indígenas na divisão dos benefícios da diversidade biológica.

O membro do Fórum Permanente de Assuntos Indígenas das Nações Unidas, Eduardo Almeida e ex-presidente da Funai, disse à Rádio ONU que os indíos atualmente formam apenas uma pequena parte da população mundial.

“Os povos indígenas no mundo são 5% da população mundial, mas eles estão justamente nas áreas, onde é mais rica a biodiversidade. Então o aproveitamento, inclusive, dessa biodiversidade tem sido com base em conhecimentos tradicionais dos povos indígenas”, disse.

Segundo Almeida, a defesa dos direitos indígenas está se tornando, cada vez mais, um assunto da agenda internacional.