Guiné-Bissau

15 dezembro 2006

O Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, apresentou ao Conselho de Segurança o seu relatório sobre a Guiné-Bissau no qual apela aos actores políticos do país a priorizar os interesses da nação e a procurar a via do diálogo para resolver as divergências.

Rádio ONU conversou com Vladimir Monteiro, oficial de informação do Gabinete das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau, Unogbis, que comentou o conteúdo do relatório de Kofi Annan.

“O relatório fala, justamente, da necessidade da estabilidade política na Guiné-Bissau. Aliás é a mensagem que o Unogbis tem procurado passar junto das autoridades do país, junto das classe política - em particular da oposição –, e junto dos militares. Ao mesmo tempo este relatório fala das dificuldades económicas que o país atravessa e por causa disso há vários meses que funcionários não foram pagos”. Disse.

Vladimir Monteiro acrescenta que foi elaborado um documento sobre a Reforma das Forças Armadas com o apoio de vários parceiros, entre eles oUnogbis.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud