OIM anuncia fundo para ajudar migrantes em zonas de conflito BR

OIM anuncia fundo para ajudar migrantes em zonas de conflito

A Organização Internacional para Migrações, OIM, anunciou planos de criar um fundo de apoio a migrantes em áreas de conflito.

O anúncio foi feito em Genebra, na Suíça, para marcar o Dia Internacional dos Migrantes neste 18 de dezembro.

Na sua mensagem oficial, o Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, voltou a pedir a ratificação do tratado de proteção dos migrantes. Segundo ele, o número de pessoas exploradas por criminosos tem aumentado.

A chefe da missão da OIM em Portugal, Monica Goracci, disse à Rádio ONU, de Lisboa, que mulheres e meninas são as maiores vítimas de redes de tráfico humano .

“As redes de traficantes mudam com muita rapidez. Uma vez que os países tomam medidas para combater o fenômeno, as redes se adaptam a isso facilmente. Elas mudam de rota e de meios utilizados. Eles operam entre o migrante e sua possibilidade ao acesso na vida no exterior”, disse Goracci.

Segundo a OIM, em julho e agosto deste ano, mais de 11 mil migrantes foram evacuados do Líbano pela organização durante o conflito entre militantes do Hezbollah e tropas de Israel.

Atualmente, 195 milhões de pessoas estão vivendo fora de seus países.