Ministro Gil elogia iniciativa da ONU de Cooperação Sul-Sul BR

Ministro Gil elogia iniciativa da ONU de Cooperação Sul-Sul

O ministro da Cultura, Gilberto Gil, afirmou que a iniciativa de cooperação sul-sul, das Nações Unidas, representa uma parceria de sucesso para o desenvolvimento.

“O fortalecimento das relações Sul-Sul é também um período importante para as Nações Unidas. É quando o Brasil, a África do Sul, a Índia, a China estreitam seus laços associativos em vários campos de cooperação, entre eles próprios, e em vários campos de influência desses países nas suas áreas, suas regiões e para além das suas regiões. É o caso do Brasil que fortaleceu impressionantemente as suas possibilidades de relacionamento com a África”, disse Gil.

O evento marca a adoção do Plano de Ação de Buenos Aires, que prevê a cooperação técnica entre os países em desenvolvimento.

Neste ano, o terceiro da iniciativa, o tema escolhido foram “As Novas Dinâmicas para Cooperações Sul-Sul e Triangulares para o Desenvolvimento”.

Atualmente, o Brasil, a Índia e a África do Sul estão participando de um projeto para treinamento de agrônomos na Guiné-Bissau.

O chefe da divisão para gestão do conhecimento e operação da unidade de cooperação sul-sul em Nova York, Francisco Simplício, falou à Rádio ONU sobre o financiamento dos projetos da iniciativa.

“Uma característica da operação Sul-Sul é que os recursos em grande parte mobilizados dentro e como parte dos esforços dos países em desenvolvimento em promover cooperação. Então, por exemplo, no fundo Ibsa esse fundo que envolve a Índia, Brasil e África do Sul, os recursos são oferecidos pelos três países, é claro, que o sitema ONU também oferece um componente adicional”, afirma.

Em sua mensagem oficial, o Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, disse que a cooperação sul-sul ajuda a melhorar a vida dos mais pobres e mais vulneráveis no mundo.