Annan diz que governo do Sudão será responsabilizado

Annan diz que governo do Sudão será responsabilizado

O Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan (foto), disse que o governo do Sudão não deve ter nenhuma dúvida de que o mundo o apontará como o principal responsável pela segurança dos cidadãos do país.

Kofi Annan falava aos jornalistas na sua última entrevista como Secretário-Geral da ONU.

Annan apontou os esforços no sentido de elevar o respeito pelos direitos humanos e a batalha pelos Objectivos do Desenvolvimento do Milénio como algumas conquistas do seu mandato.

O Secretário-Geral também respondeu perguntas sobre a questão israelense-palestina, o conflito no Líbano, programas nucleares, escândalos políticos como por exemplo, o “programa Petróleo por Comida” e outros momentos que marcaram seus 10 anos de mandato.

Vários correspondentes destacaram alguns sucessos obtidos por Annan à frente da organização. Entre os momentos mais difíceis o Secretário-Geral lembrou o atentado à sede da ONU em Bagdad em 19 de agosto que matou 22 pessoas, entre elas, o brasileiro Sérgio Vieira de Mello.

Annan abriu o encontro com os jornalistas anunciando que o governo da Espanha prometeu doar US$ 700 milhões, para investimentos nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.