Os Anos Annan

26 dezembro 2006

O Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, deixou o cargo em 31 de dezembro de 2006. Ele passou 10 anos à frente da organização e será substituído pelo sul-coreano Ban Ki-moon. Acompanhe a reportagem especial da Rádio ONU e da TV ONU sobre o mandato de Kofi Annan na ONU.

Annan foi o sétimo líder da ONU. Neto de um chefe tribal da República de Gana, no oeste da África, ele fez o primeiro contato com as Nações Unidas em 1962, ao se interessar pelo trabalho da organização na África.

Para alguns analistas políticos, Annan é uma espécie de “cavalheiro de fala mansa”. E esses mesmos analistas dizem que o primeiro mandato de Kofi Annan teria transcorrrido sem sobressaltos. Ele dirigiu seu trabalho em favor da paz, dos direitos humanos, e do desenvolvimento sobretudo na procura de soluções para melhorar as condições de vida dos mais necessitados.

Kofi Annan era subsecretário-geral do Departamento de Manutenção das Operações de Paz, quando ocorreu o genocídio em Ruanda em 1994; um ano depois, milhares de muçulmanos morreram no massacre na cidade de Srebrenica, na ex-Iugoslávia.

Desde que assumiu a chefia da ONU, as missões de paz se multiplicaram. Atualmente, existem 18 operações no mundo. E cerca de 70% do orçamento da ONU são destinados às missões.

Analistas citam as operações no Burundi, em Serra Leoa e na República Democrática do Congo, entre as histórias de sucesso.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud