Nações Unidas vinculam Boa Governação aos Direitos Humanos

Nações Unidas vinculam Boa Governação aos Direitos Humanos

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, promove, a partir desta quarta-feira, na Polónia, a uma Conferência sobre Medidas Anti-Corrupção, e a relação entre Boa Governação e Direitos Humanos.

Maria Filomena Amador, Assessora do Ministro da Justiça de Cabo Verde, e delegada à Conferência falou à Rádio ONU sobre a importância do evento:

“Hoje em dia, o problema da corrupção não é só local. Está a converter-se num fenómeno transnacional que afecta todas as sociedades e economias. E é necessário uma cooperação internacional para prevenir e lutar contra ela, a corrupção”.

Antes da Conferência, a Rádio ONU conversou com Jorge Arbache, economista do Banco Mundial, e especialista sobre a região africana, que explicou as acções do Banco Mundial para debelar a corrupção em África:

“Na linha de se tentar resolver os problemas de governanção e corrupção, o Banco Mundial tem desenvolvido vários projectos de capacitação dos governos e dos funcionários públicos de forma a que possam desenvolver melhor o seu trabalho.

Na Conferência sobre Medidas Anti-Corrupção que está a decorrer na cidade polonesa de Warsaw, participam representações de 50 países do grupo dos Menos Desenvolvidos, agências das Nações Unidas, e membros da sociedade civil, de instituições académicas, e de indústrias.