As mãos limpas e os cuidados de saúde

16 novembro 2006

A Organização Mundial da Saúde, OMS, promoveu, em Genebra, a uma Conferência para alertar sobre os riscos de transmissão de infecções durante tratamento de saúde.

A Organização Mundial da Saúde aproveitou a oportunidade para pedir aos Estados membros a assinar uma declaração que deixe patente a vontade de reduzir as infecções associadas a assistência sanitária nos respectivos países.

Américo Agostinho, membro da equipa de investigação do Dr. Didier Pittet, no Hospital Universitário de Genebra, falou à Rádio ONU sobre os riscos que correm os paciente no processo de tratamento:

“Uma pessoa que vem para ser tratada para um problema e durante a hospitalização – normalmente admite que depois das 48 horas de ter entrado, no centro de saúde ou no sítio onde é tratado -, se há uma infecção que se detecta depois dessas 48 horas, diz-se que é uma infecção que a pessoa contraiu depois de entrar para o hospital”.

Américo Agostinho fala ainda das infecções mais frequentes que se contraem nos centros de tratamento.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud