Até 50% dos medicamentos vendidos pela internet são falsos, diz OMS
BR

16 novembro 2006

A Organização Mundial da Saúde, OMS, estima que até 50% dos medicamentos vendidos pela internet são falsos.

Chega a 30% dos medicamentos vendidos na América Latina e na África, e a 20% em algumas nações do antigo bloco soviético. Nos países desenvolvidos, a falsificação atinge apenas 1%.

A situação apenas se agravou com a venda pela internet, como explica o Dr. Elisaldo Araújo, da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes das Nações Unidas.

“O problema de evitar a falsificação de drogas tem que ser uma coisa coordenada ao longo dos países. Os países têm que lutar individulamente contra isso, mas muitas vezes o medicamento é produzido ilegalmente num continente para ser vendido, através de meios ilícitos, em outro continente, em outro país. Na verdade, o problema de drogas falsificadas é enorme. Existe no mundo todo e há sempre um movimento contrário que procura neutralizar isso”, concluiu.

A OMS também destaca que a legislação de muitos países não trata a falsificação de medicamentos como crime grave.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud