Número de mortos no Iraque bate recorde em outubro, diz relatório BR

Número de mortos no Iraque bate recorde em outubro, diz relatório

Um relatório das Nações Unidas revelou que o número de mortes no Iraque bateu um novo recorde em outubro.

O relatório da ONU foi compilado com dados do Ministério da Saúde iraquiano. Numa entrevista na Suíça, um dia antes da publicação do relatório, o Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, falou sobre a diferença entre sunitas e xiitas no país.

Segundo Annan, os sunitas sentem que a Constituição iraquiana os coloca em situação de desvantagem. Ele lembrou que todos concordam que deve haver uma revisão da carta. Annan também afirmou que no momento o que se vê no Iraque é cada grupo lutando por seu lugar ao sol no país. Segundo ele, é necessário reunir os iraquianos para que eles decidam como resolver suas diferenças internas.

O relatório da ONU sobre a violência sectária no Iraque sugere que o número de vítimas femininas tem aumentado. Segundo o levantamento, as mulheres estão sendo alvos de extremistas religiosos e dos chamados crimes contra a honra.

Entre os atos de violência estão ataques terroristas, atentados a bomba, seqüestros e confrontos entre grupos rivais.