Aumento de atentados ameaça futuro do Iraque, diz enviado da ONU BR

Aumento de atentados ameaça futuro do Iraque, diz enviado da ONU

O enviado das Nações Unidas ao Iraque, Ashraf Qazi, afirmou que o aumento da violência está ameaçando o futuro do país.

Numa nota emitida pela Missão de Assistência das Nações Unidas para o Iraque, Ashraf Qazi disse que a série de carros bomba na cidade Sadr foi horrenda e pode lançar o país num círculo incontrolável de violência sectária entre muçulmanos xiitas e sunitas.

Nesta sexta-feira, homens armados atacaram quatro mesquitas num bairro sunita de Bagdá mesmo durante o toque de recolher, decretado pelo governo.

Numa outra nota, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informou que está preocupado com o destino de cinco palestinos que foram presos no início da semana por forças iraquianas.

Os cinco, três homens e dois meninos, tentavam sair do Iraque pela fronteira com a Síria.

Segundo o Acnur, os palestinos, que recebiam apoio do governo de Saddam Hussein, passaram a sofrer perseguição desde a queda do regime do ex-presidente em 2003.