ONU afirma que assassinato de jornalista causa perda tremenda à Rússia
BR

9 outubro 2006

A alta-comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Louise Arbour, afirmou que o assassinato da jornalista russa Anna Politkovskaia representa uma perda tremenda à Rússia.

Anna Politkovskaia, de 48 anos anos, era repórter especializada na Chechênia, a república separatista no sul da Rússia. Em sua nota, a alta-comissária da ONU elogiou o trabalho da jornalista russa e disse que a repórter não tinha medo de perseguir a justiça em prol das vítimas dos direitos humanos na Chechênia e em outras partes.

Arbour disse ainda que a apuração detalhada da morte de Anna Politkovskaia e a condenação dos responsáveis enviará um sinal claro contra a impunidade e a favor da proteção dos defensores dos direitos humanos na Rússia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud