Desenvolvimento humano em Moçambique

10 outubro 2006

O último relatório sobre desenvolvimento humano em Moçambique apresenta um retrato misto sobre a situação sócio-económica no país.

Mas o relatório enfatiza que o crescimento populacional em Moçambique continua a ser afectado por pressões impostas pela pandemia do HIV-Sida, que atinge cerca de 16 por cento de moçambicanos adultos.

A Rádio ONU entrevistou Domingos Mazivila, economista do PNUD, sobre a importância do relatório na perspectiva do cumprimento das Metas de Desenvolvimento do Milénio.

“Este relatório procura contextualizar os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio sob o ponto de vista do desenvolvimento humano. Portanto, olha para a situação do país, identifica os desafios que o país enfrenta e faz algumas projecções sobre o que será necessário fazer para o país alcançar essas metas”.

Domingos Mazivila referiu-se também aos dois principais desafios identificados pela documento: HIV-Sida e desigualdade a todos os níveis da sociedade moçambicana.

“É importante traçar estratégias práticas que tomem em conta as questões do HIV-Sida e outras doenças endémcias que flagelam a nação moçambicana. É também preciso adoptar políticas claras e implementáveis sobretudo no que diz respeito à questão das desigualdades a todos os níveis”, disse Mazivila.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud