Jovens promovem combate ao Sida e à Malária em encontro da ONU

30 outubro 2006

A sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, acolhe uma cimeira mundial dos jovens líderes que estão a debater desde novas parcerias para reduzir o desemprego juvenil, à procura de formas criativas para prevenir e combater doenças como a Malária e o HIV/Sida.

Participam na cimeira, cerca de 600 jovens líderes, seleccionados em cada um dos 192 países da organização.

Alexandre Muianga, presidente do Conselho Municipal da Juventude na cidade de Maputo, Moçambique, falou para a Rádio ONU sobre as preocupações da sua delegação:

“É preciso perceber que no meu país, temos uma percentagem de 16% (da população infectado com HIV/Sida) e só na cidade de Maputo temos 20.7%. E os jovens estão entre os mais infectados. É verdade que temos estratégias que já são modelos em todo o Mundo. Mas as pessoas estão a ficar cada vez mais afectadas. As meninas não conseguem chegar aos 30 anos, e os rapazes estão a morrer cada vez mais cedo.”

Entre outros temas que estão em debate nesta Cimeira Mundial dos Jovens Líderes estão a erradicação da fome e pobreza extremas, apoio à sustentabilidade ambiental e melhoria do atendimento de saúde materno-infantil.

A cúpula foi projectada para fornecer um sistema de referência para líderes jovens, para discutir e debater estratégias para se atingir as Metas de Desenvolvimento do Milénio.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud