Doadores internacionais prometem US$ 500 milhões a palestinos
BR

1 setembro 2006

Os terrirórios palestinos devem receber o equivalente a mais de R$ 1 bilhão em forma de ajuda financeira da comunidade internacional. A medida foi anunciada durante uma conferência em Estocolmo, na Suécia.

Segundo ele, não é somente uma questão de dinheiro, mas também de negociações para uma solução do conflito israelense-palestino.

O governo brasileiro anunciou na quinta-feira que doará o equivalente a mais de R$ 1 milhão aos palestinos.

Segundo o vice-ministro das Relações Exteriores do governo palestino, Ahmed Sobeh, a ajuda internacional é mais que bem-vinda.

“A situação em Gaza e na Cisjordânia, do ponto de vista humanitário, é muito dificil. Temos muito desemprego, muita pobreza, devido às medidas israelenses. E a gente aqui está precisando muito dessa ajuda. Vamos trabalhar com a comunidade internacional e principalmente com a União Européia para que essa ajuda possa ser transmitida o mais rápido possível”, disse o vice-chanceler.

Numa visita oficial à Cisjordânia, na quarta-feira, o Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, disse que a situação no Líbano não pode levar a um esquecimento do sofrimento do povo palestino.

De acordo com a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, a situação está cada vez mais dramática desde o fechamento do cruzamento de Karni, por onde passam os alimentos para os territórios palestinos.

A Unrwa afirma que se nada for feito, ela não não terá mais condições de levar suas operações adiante.

A situação no Oriente Médio e os detalhes da implementação da resolução 1701 após o conflito no Líbano estão sendo debatidos na viagem oficial do Secretário-Geral Kofi Annan à região. Nesta sexta-feira, Annan chegou ao Catar após visitar a Síria. Neste fim de semana, ele visita o Irã.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud