Assembleia-Geral debate prevenção de conflitos armados

8 setembro 2006

O presidente da Assembleia-Geral das Nações Unidas disse que a prevenção de conflitos armados constitui um imperativo moral e uma necessidade política para a credibilidade da cooperação internacional, e em particular da ONU.

Eliasson salientou que era necessário investir mais para evitar incêndios do que para apagar fogos.

A mesma mensagem foi repetida pelo Sub-Secretário Geral das Nações Unidas, Mark Mallock Brown.

Mallock Brown afirmou que um ou mais conflitos poderiam ser evitados por ano, se a ONU dedicásse dois por cento do montante que investe actualmente em operações de manutenção da paz, na prevenção de conflitos.

O relatório de Kofi Annan, que contêm 54 páginas, destaca três áreas de intervenção para evitar conflitos armados: identificar as fontes de tensão no seio e entre sociedades, Estados e regiões; reforçar as instituições para a paz; e reforçar os mecanismos de resolução de disputas entre países.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud