ONU combate pirataria em reunião sobre propriedade intelectual
BR

26 setembro 2006

Representantes de 183 países estão reunidos em Genebra, na Suíça, para os encontros das assembléias da Organização Mundial de Propriedade Intelectual, Ompi.

O diretor-geral da Ompi, Kamil Idris, disse que a organização tem feito vários esforços para tornar o registro de marcas mais fácil e mais barato.

O diretor do setor de marcas, desenhos industriais e indicações geográficas, José Graça Aranha, disse à Rádio ONU, de Genebra, que o combate à pirataria e venda de produtos falsificados é um dos destaques da reunião.

“O produto falsificado retira o emprego por um lado das pessoas que estão trabalhando nas empresas com produtos legítimos. E de certa forma com o produto falsificado não há pagamento e recolhimento de impostos. Mas com relação à questão da qualidade é muito dificil e até perigoso em alguns casos. Um exemplo clássico que muitas pessoas usam é aquele isqueiro da BIC que foi copiado por muitos falsificadores. Um produto legítimo, o pior que pode acontecer, é ele não funcionar a quantidade de vezes que deveria funcionar. Já esse mesmo produto contrafeito, falsificado, pode simplesmente explodir”, diz.

As assembléias da Organização Mundial de Propriedade Intelectual terminarão em 3 de outubro em Genebra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud