Nações Unidas investigam alegações de abuso sexual em forças de paz
BR

28 agosto 2006

O Departamento de Manutenção das Operações de Paz informou que mais de 300 pessoas estão sendo investigadas sobre alegações de assédio e abuso sexuais.

As alegações são contra policiais, funcionários civis e militares e também voluntários das Nações Unidas.

Durante a investigação 109 pessoas foram inocentadas, algumas delas por falta de provas.

O caso mais grave sobre escândalos sexuais é a República Democrática do Congo, no centro-sul da África. No momento, a ONU está investigando alegações de uma rede de prostituição infantil que envolveria bóinas-azuis da ONU no país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud