Redução da pobreza nos PMA passa pelas capacidades produtivas, segundo Cnuced

20 julho 2006

A diminuição da pobreza nos 50 Países Menos Avançados (PMA) passa pelo desenvolvimento das suas capacidades produtivas, indica o relatório 2006 da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Cnuced).

As propostas da Cnuced incluem igualmente a melhoria das infra-estruturas e a eliminação das fragilidades institucionais que condicionam o investimento privado.

Sobre este ponto, o economista do Pnud em Maputo, Domingos Mazivila, nota algumas medidas tomadas por Moçambique na área da legislação.

“Concluímos recentemente a revisão da lei do trabalho que era uma das questões pendentes. Procedeu-se igualmente a uma introdução de mecanismos diversos para facilitar a atracção de investimentos assim como a reforma tributária”, explicou.

Mazivila nota igualmente que Moçambique tem conseguido produzir para o mercado interno como externo e exemplifica com o milho, alimento de base da população.

“O norte de Moçambique foi substancialmente beneficiado na produção deste cereal em que o sul é tido como deficitário. Portanto, houve esta interligação norte, centro e sul e nalgumas épocas exportou-se milho para o vizinho Malauí, que então enfrentava uma crise alimentar. Neste aspecto aumentou-se à oferta interna e de certa forma externa”, acrescentou o economista.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud