Cresce interesse por fontes de energia renováveis, diz FAO
BR

1 maio 2006

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, afirmou que a alta do preço do barril de petróleo e o aquecimento global têm incentivado mais interesse do mundo por fontes de energia renováveis.

A FAO mencionou o exemplo do Brasil em mais de 1 milhão de carros movidos a etanol.

O especialista do Fórum das Florestas da ONU, Antônio Carlos Prado, em Nova York, disse que um outro destaque do Brasil, na área do meio ambiente, são os projetos de crédito de carbono, cujas cotas podem ser comercializadas para os países desenvolvidos.

"O Brasil foi pioneiro, inclusive em termos de propor o mecanismo de desenvolvimento limpo na Convenção Quadros de Mudança Climática e tem realmente feito bastante progresso no sentido de permitir a evolução e desenvolvimento de um mercado de carbono forte no país, são chamados certificados que podem ser vendidos como créditos e débitos entre países desenvolvidos e sub-desenvolvidos no mecanismo de desenvolvimento limpo", explicou Prado.

Segundo a FAO, a União Européia pretende aumentar em 8% sua participação na geração de fontes renováveis para o setor de transporte.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud